segunda-feira, 4 de março de 2019

Ser feliz é viver cada instante plenamente

Todos nós sabemos que ao longo da vida temos sempre dois dias em que nada podemos fazer: o ontem e o amanhã. 

Não se pode viver nenhum outro dia, a não ser o de hoje. O ontem já ficou para trás e dele só nos restam experiências, que devem nos servir de sabedoria para a nossa caminhada de hoje. O amanhã nos reserva o desconhecido, de onde nada podemos tirar. 
Ana curtindo uma rede com a mamãe

De ontem trazemos as saudades e as lembranças e para o amanhã tecemos esperanças. Mas nem as lembranças nem as esperanças podem ser vividas. Elas apenas podem ser percebidas e sentidas, mas não podemos deixar que controlem o nosso hoje, que sejam a razão de nossa vida. 
Ana e o papai brincando na rede

Neste feriado de carnaval, enquanto aproveitamos os dias para descansar da correria do dia a dia, lembramos dos momentos felizes que vivemos com a Ana. Quando a Ana estava bem de saúde, aproveitávamos o momento para brincarmos com ela, fazer as coisas que ela mais gostava. Não sabíamos quanto tempo ela ficaria bem, então aproveitávamos cada oportunidade. Uma das atividades que ela mais adorava era brincar na rede que tínhamos na nossa varanda. Ela podia ficar horas balançando, rindo, brincando com a Maria. Era só falar “vamos passear de rede?” que a Ana já abria um sorriso e esperava ansiosa para ser levada até na rede para brincar. Tínhamos até umas musiquinhas que cantávamos quando ela balançava na rede . Era mais ou menos assim: “Balança, balança, balança, eu, tô balançando...” e a outra era: “ dindom, dindom, dindomdomdomdom, dindomdomdomdom, dindom, ... “ Nós cantávamos e a Ana sorria. E ficávamos, ali, nós três, curtindo aquele momento tão simples, mas tão bom de ser vivido. 
A Ana foi crescendo, mas a paixão pela rede continuava

A Ana nos ensinou a ser feliz agora, hoje! Ela nos ensinou a ser feliz a cada segundo, um segundo de cada vez. A viver cada instante intensamente, com alegria, garra, ousadia, e com a vivacidade de uma criança.
A alegria era enorme!

Nenhum comentário:

Postar um comentário