sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Até breve Ana Beatriz!






Neste dia tão difícil para tantas pessoas, quero compartilhar com vocês um pouco do sentimento meu e do Marcos em relação à morte da Ana Beatriz e indicar um livro muito interessante que li.

Para iniciar, vou falar sobre o nosso sentimento. Em 18 de fevereiro de 2017, quando chegou a hora em que a Ana decidiu partir para um outro plano, estávamos junto dela, eu e o Marcos. Foi um momento de muita dor, de muita tristeza. 
Choramos juntos, abraçados, sem pensar em nada, somente vivendo intensamente aquele momento. Saímos da UTI e fomos para a recepção do hospital. Estávamos nós dois, em outra cidade, naquela madrugada de sábado, sentados na recepção do hospital. Mil lembranças passaram em nossas mentes. 
Como já tínhamos conversado com uma amiga sobre este momento, apenas um telefonema foi necessário para organizar a despedida da Ana. Foi um dia aonde recebemos muito carinho, muitos abraços, muito conforto. Nos despedimos da Ana rodeados de centenas de amigos e familiares. 
Cada sorriso, cada abraço, cada palavra dita ficaram gravados em nossa memória e no nosso coração. Voltamos para casa à noite e sozinhos choramos, com um enorme vazio no coração, mas com a certeza de ter vivido intensamente cada momento juntos. 
Hoje, passado mais de um ano, a saudade é enorme, mas a certeza de saber que a Ana está bem amparada, nos conforta. Às vezes até estranhamos o nosso sentimento de tranquilidade, parecendo que somos frios, mas isso não é verdade. 
Cremos que estamos tão bem emocionalmente, por saber que fizemos tudo o que era possível para a Ana ser feliz enquanto ela esteve conosco. Curtimos cada momento de alegria. Comemoramos cada vitória. Choramos juntos nos momentos difíceis, mas também demos força um ao outro. 
A Ana nos transformou em pais, nos fez crescer e amadurecer como pessoas e como casal. Hoje somos muito mais fortes, muito mais unidos do que antes e valorizamos muito mais as simples coisas da vida. 
Nos momentos aonde a saudade aperta, procuramos resgatar os sentimentos dos momentos felizes que a Ana nos proporcionou. 
Esperamos que este breve, relato ajude a quem estiver passando por uma situação difícil, a encarar o momento da morte, não como um ponto final, mas como uma despedida, um até logo. 


Também quero indicar o livro “Deixe-me Partir”. Segue abaixo uma resenha do livro:
 

"Deixe-me Partir" é um livro que fala sobre a morte de entes queridos e como que as pessoas enfrentam essa dor da "perda". A autora, depois de trabalhar por alguns anos em um grupo de acolhimento a enlutados na casa espírita, resolveu escrever este livro no intuito de orientar aqueles que enfrentam a dor de perder um ente querido. 

4 comentários:

  1. Morgana querida, este livro é muito bom, me ajudou muito no momento da partida do meu irmão. Você e o Marcos são pessoas muito especiais pra mim.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Val!
    Obrigada pelo carinho.
    Vc faz parte da nossa vida e teve a oportunidade de conhecer a Ana.
    Nos ajude a divulgar e poder ajudar mais pessoas.
    Nos siga.
    Venha conisco.

    ResponderExcluir
  3. Morgana e Marcos, obrigada por compartilhar conosco está linda história de amor.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Taís!
    Nós que agradecemos pelo carinho.
    Venha conosco!
    Queremos compartilhar os ensinamentos que tivemos com a Ana.
    Simplesmente a nossa verdade.

    Forte abraço

    Morgana e Marcos

    ResponderExcluir